Como montar um currículo de social media

      2 Comments on Como montar um currículo de social media

Se existe um momento mais desesperador do que um post muito bem planejado não ter nenhuma curtida, é o momento de montar seu primeiro currículo.

Costuma ser ali pelos primeiros dois anos de faculdade, quando você não sabe muito bem para que lado seguir, não tem experiência em nada, mas quer começar a traçar sua carreira e a ganhar seu dinheiro.

Você abre um documento no word, escreve seu nome, telefone e e-mail. Pula uma linha, pensa bem por três dias e escreve “Pacote Office avançado”, mesmo nunca tendo usado o Excel.

Calma. Todo mundo começa assim. E não tem nada de errado ou vergonhoso nisso. Já falamos aqui no blog sobre a rede social LinkedIn e demos quatro dicas para ter um perfil mais profissional por lá. Agora vamos falar sobre o LinkedIn da vida real,  o curriculum vitae.

Para decidir por uma área na comunicação, comece entendendo o tipo de pessoa que você é, isso pode ajudar. Se tem um olhar mais artístico ou mais analítico sobre as coisas, se toma decisões bem embasadas ou impulsivamente, tem jogo de cintura para falar com qualquer pessoa ou prefere só colocar um fone e se afundar no computador. A partir daí, converse com seus professores sobre as opções de carreira que mais podem ter a ver com você.

Não se preocupe caso ache que fez a escolha errada, estágio serve para isso, conhecer e saber se é esse o tipo de trabalho com que você se identifica. E caso não seja, é só mudar.

Voltando para o foco do post: Como montar um currículo de social media.

Supondo que você escolheu ser um social media, imagino que já tenha tido a curiosidade de olhar o que as empresas esperam desses profissionais quando estão contratando. Se ainda não, faça isso agora mesmo em sites como o Trampos.co. Não olhe apenas as vagas de estágio, veja todos os tipos de vaga. Fazendo isso você descobre no que vale a pena investir seu esforço e tempo enquanto estagia ou faz cursos.

‘Fazer cursos’ é outra coisa que precisamos não só comentar, mas escrever um post só pra isso (nota mental). Cursos são ótimos para o currículo e, principalmente, para ampliar o famoso network. Mas caso você não tenha condições de investir neles, não precisa achar que o futuro está perdido.

Faça uma lista de sites que falem sobre mídias sociais e leia-os pelo menos uma vez por semana. Escreva sobre o que você está estudando e publique num blog ou em suas redes sociais. Seja autodidata em ferramentas básicas como o Hootsuite (gerenciamento de mídias sociais), o Photoshop (software de criação e edição de imagens), o WordPress (plataforma de publicação de conteúdo muito usada para blogs e sites) o Prezi (ferramenta para criar apresentações), assistindo a vídeos no YouTube, lendo tutoriais e fuçando muito.

Como a parte de ‘experiências’ basicamente não existe ainda, foque em suas habilidades. Facilidade em trabalhar em equipe, visão analítica, planilhas de Excel,  interesse pela cultura da internet, técnicas de redação e por aí vai. Coloque as habilidades que mais façam sentido para a vaga e que são suas mesmo! Parece óbvio, mas muitas pessoas colocam coisas no currículo que nem sabem explicar o que é.

Alguns trabalhos de faculdade também podem entrar no seu primeiro currículo. Sabe aqueles que você termina, quer mostrar pra todo mundo como foi bem pensado e bem executado? É desses que eu estou falando. Separe os melhores, explique a proposta e mostre a solução que você sozinho ou com sua equipe encontraram. Se você não tem nenhum trabalho assim, está na hora de se dedicar um pouco mais e aproveitar tudo que a faculdade tem para oferecer.

Para te ajudar a organizar tudo o que foi falado até aqui num documento bem bonitinho, criei um arquivo editável para você baixar e preencher de acordo com seus objetivos profissionais na área:

exemplo-curriculo-para-baixar

Espero que com essas dicas você se sinta mais confiante em enviar seu currículo. Saiba que o começo é difícil mesmo, a gente envia 100 e-mails e 2 respondem de volta. Mas não desanime, continue empenhado em aprender todos os dias e a tirar alguma coisa boa de toda experiência que se vive.

BOA SORTE 🙂 

*Me conte nos comentários se gostou do arquivo, se sente falta de algo ou se ainda tem alguma dúvida.

2 thoughts on “Como montar um currículo de social media

  1. Samantha

    Olha, eu quero te agradecer muito por esse post. Super objetivo e esclarecedor! Na verdade eu trabalho há muiiiittoooo tempo. Acho que você nem tinha nascido quando comecei a trabalhar! – mas isso não vem ao caso -. Procurei por “o que faz um social media” pois achei que eu estava mudando de área, mas, como sou formada em Letras, em uma época que muito se valorizava a escrita e conteúdo e as redes sociais se restringiam a grupos no mundo “real”, percebi que estou apenas “evoluindo” na minha própria área. Tenho que me atualizar, sim. E tenho que “reescrever” meu currículo. Como se fosse o primeiro! Abraços

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *