Como assim Facebook Ads não funciona?

      2 Comments on Como assim Facebook Ads não funciona?

Essa semana saiu um vídeo super polêmico – porém fazendo todo o sentido pra quem já tinha notado algo errado –  questionando a autenticidade dos likes conquistados pelas páginas através do Facebook Ads.

No vídeo, Derek Miller criou uma página bem aleatória, que teoricamente não seria curtida por ninguém em sã consciência, mas que conseguiu uma quantidade de likes com a ajuda do Facebook Ads. Analisando esses “curtidores”, ele percebeu que tinha algo bem esquisito acontecendo ali. Esses perfils eram de pessoas da Ásia, África…  lugares que ele não adicionou na montagem das configurações de sua campanha, mas o pior foi reparar que eles também curtiam uma imensidão de páginas de todo o mundo e todos os estilos, às vezes até se contradizendo.

Você também ficou com a pulga atrás da orelha para entender o que estava acontecendo? Veja o vídeo e entenda: O vídeo está em inglês, se preferir, acione as legendas em português para entender melhor.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=oVfHeWTKjag]

E com a repercussão que o vídeo teve o Facebook não poderia ficar calado, então Camila Fusco, diretora de comunicações do Facebook Brasil, disse que a realidade mostrada no vídeo, tanto do jornalista da BBC quanto da página criada por Derek Miller, não existe mais. Segundo Camila, há 2 anos a rede social excluiu cerca de 83 milhões de perfis falsos e pronto.

“Quando você se registra, começa a criar um ecossistema no Facebook, e uma pessoa que não é real não cria um ecossistema sólido. Não se relaciona, mas curte um monte de páginas”, disse. Depois, ela ainda afirmou que os arumgentos de Derek são frágeis, por que não faria sentido para o Facebook vender likes sem gerar engajamento, o que em teoria levaria uma empresa a desistir da rede social.

Enrolou, enrolou e não falou muita coisa. Várias empresas simplesmente veem o crescimento da página em likes e já consideram o resultado, sem se tocar que o engajamento é o que realmente importa. E mais, quem vai desistir do Facebook, quando é praticamente a única fonte de divulgação quando se fala em redes sociais? [fonte: Olhar Digital]

Realmente, esse problema existe e eu só fui me atentar quando comecei a trabalhar com valores altos investidos em Facebook Ads numa página que tinha acabado de nascer. Entrava em desespero de ver pessoas completamente aleatórias curtindo a página e a frustração era maior quando eu entrava nos perfils e via que a pessoa não tinha amigos, não escrevia nada no mural, apenas compartilhava imagens, nem o perfil completo tinha.

Eu não podia acreditar que era culpa do próprio Facebook, para mim, a empresa tinha comprado fãs para aumentar os likes de maneira mais rápida e já atrair mais pessoas. Conversei com meus chefes e eles me garantiram que não, eu mostrava os perfils esquisitos que curtiam a página e eles também não faziam ideia do que estava acontecendo. O jeito foi esquecer, mas sofremos bastante com  o engajamento, assim como mostra o vídeo. Tínhamos 100k pessoas na página e uma interação de 1000 / 3000.

Assim que assisti esse vídeo fui analisar os fãs dessa minha página:

fans da páginaO interessante é que as campanhas são sempre voltadas para o Brasil como um todo e mesmo assim temos 276 paraguaios que curtem. O número pode não ser expressivo como na página criada por Derek Miller,  mas mesmo assim me deixou pensativa e resolvi olhar os perfils dos “curtidores”.

A cada 10 perfils abertos, 7 apresentavam aquelas características esquisitas que eu falei anteriormente (sem amigos, perfil bem incompleto, sem postagens). Minha página pode não ser de maioria paquistanesa, mas com certeza é de maioria fantasma-brasileira, o que não melhora em nada.

2 thoughts on “Como assim Facebook Ads não funciona?

  1. Priscila Barbosa

    Bem assim mesmo. Ótimo texto.
    É bem por aí, fico frustrada quando percebo que alguns de meus likes são fantasmas. Quero likes, óbvio mas engajamento pra que né? Não é bem assim, embora as empresas parecem não estar nem aí pra isso #Frustração

    Reply
  2. Edw

    Pelos meses que tenho página, aprendi algumas coisas, mas não sei se são devidas a isso: Facebook é péssimo se quiser vender algo; ofereça ouro em pó que pouco adiantará para que curtam sua página ; é caro pelo pouco que oferece e não importa o conteúdo que tenha, as pessoas não se engajarão com você no futuro.
    Traduzindo, não funciona e não creio que dure mais 5 anos.

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *