LinkedIn: 4 dicas para um perfil mais profissional

Só para criar um currículo decente você leva 3 dias e ainda modifica todas as vezes que vai enviar para alguma empresa, imagine um perfil que conte toda a sua vida profissional e está sempre ali pra quem quiser ver?

Nada de pânico. Sobre criar um currículo para enviar para as empresas, a gente fala depois, agora vamos focar no LinkedIn.

O LinkedIn é uma rede social totalmente voltada para o mercado de trabalho. Com o seu perfil, você cria conexões com profissionais e empresas de todo o mundo, mostra seus trabalhos e todas as informações sobre sua vida profissional. Você pode participar de grupos de interesse que sempre estão cheios de novidades e conteúdos interessantes, encontra empregos, freelas e cria uma rede de network incrível. Viu como você precisa de um perfil lá?

4 dicas para você deixar seu perfil mais profissional:

1. Esqueça a foto de balada e escolha uma foto que passe credibilidade para o seu perfil

Não precisa estar de terno e gravata, basta estar com uma postura legal e mostrando o rosto todo numa foto clara. Quem for analisar seu perfil precisa sentir confiança através dessa foto, por isso é tão importante a postura e o rosto bem aparente, o processo seletivo já começa aqui, com a avaliação da sua expressão corporal. A claridade transmite confiança e destaca sua foto.

2. Crie uma introdução sobre você

Essa parte costuma travar as pessoas, mas não desista e nem olhe o perfil de profissionais que estão a mais tempo no mercado, isso vai te deixar meio depressivo e não tem nada a ver com a sua realidade de agora. Pense sobre o que você faz, sobre o que gosta de ler e o que você faz só por diversão, por exemplo: Você é redator, estuda sobre otimização de textos e gosta de fotografar. Use esse tipo de informação caso não tenha muitos cursos, formações e títulos para apresentar de cara.

Existem algumas palavras que quando colocadas na sua introdução deixam tudo mais profissional e importante. No exemplo de cima, em vez de falar que “gosta de ler sobre otimização”, eu coloquei “estuda sobre otimização” dando mais valor ao que realmente é feito.

Tudo é uma questão de sentir profissional. Encare o que você faz com seriedade, acredite que aquilo é importante e muito necessário para um cliente. Não que não seja, mas quando sabemos como fazer algo, acabamos por achar fácil e bobo demais, mas pense em todo o tempo que você levou para aprender aquilo, em todos os testes e fracassos até que soube exatamente o que fazer. Acredite no valor do seu trabalho e os outros acreditarão também.

3. Ninguém quer saber os detalhes da sua vida como estagiário

A empresa precisa de alguém que saiba fazer o trabalho, ela não está interessada em saber que você era responsável pelo Facebook quando o outro profissional não estava ou que você fazia os textos, os layouts e até tirava as fotos. Deixe tudo isso pra lá e concentre-se no que você fazia fazia no geral (Social Media, Redator, Designer, Planejamento) e nos clientes que você atendeu. É só isso que precisa estar na parte de experiências. Os detalhes você deixa para falar na entrevista pessoal.

4. Quem indica, amigo é

No LinkedIn você pode atribuir competências – skills – ao seu perfil e nos perfil dos outros. Proponha trocas e saia por aí atribuindo competências nos perfils dos amigos e peça para atribuírem ao seu também. Essas competências dão uma visão geral dos assuntos que você entende.

One thought on “LinkedIn: 4 dicas para um perfil mais profissional

  1. Pingback: Como montar um currículo de social media | Social Media Mind

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *