Sua ideia é uma “startup”?

      No Comments on Sua ideia é uma “startup”?

Antes de saber se sua ideia é uma verdadeira startup, entenda o que é uma startup:

“Grupo de pessoas trabalhando com uma ideia diferente que, aparentemente, poderia fazer dinheiro. Além disso, “startup” sempre foi sinônimo de iniciar uma empresa e colocá-la em funcionamento”

Essa é a definição que eu mais gosto! Faz minha cabeça borbulhar de ideias e uma vontade louca de contratar um contador e já abrir uma empresa!

Já sabe se sua ideia é uma startup? Aguenta aí…

Alguns investidores acreditam que qualquer empresa em fase inicial pode ser considerada uma startup, outros dizem que uma startup é uma empresa com custos baixos de manutenção, mas que consegue gerar lucros cada vez maiores e, consequentemente, crescer rápido. Mas tem uma definição que parece atender a grande maioria desses investidores e pesquisadores da área:

“Uma startup é um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, trabalhando em condições de extrema incerteza”

Já com essa definição eu me aquieto e volto a estudar.

Vamos destrinchar os conceitos por de trás dessa última definição para você entender melhor:

  • Um cenário de incerteza significa que não tem como afirmar se aquela ideia ou projeto de empresa irão realmente dar certo.
  • O modelo de negócios é como a startup gera valor, ou seja, como transforma seu trabalho em dinheiro.
  • Ser repetível significa que deve ser capaz de entregar o mesmo produto em escala potencialmente ilimitada, sem muitas customizações ou adaptações para cada cliente.
  • Ser escalável é a chave de uma startup: significa crescer cada vez mais, sem que isso influencie no modelo de negócios.

Justamente por causa desse ambiente de incerteza que é necessário um capital de risco, sem ele é difícil persistir na busca pelo modelo de negócio. Mas quando a receita se torna escalável, a startup deixa de existir e dá lugar a uma empresa altamente lucrativa. Caso contrário, ela precisa se reinventar ou, infelizmente, enfrentar a ameaça de morrer prematuramente.

Startups costumam ser mais frequentes na Internet, afinal é bem mais barato criar uma empresa de software do que uma de agronegócio ou biotecnologia, por exemplo, e a web torna a expansão do negócio bem mais fácil, rápida e barata. Mesmo assim, um grupo de pesquisadores com uma patente inovadora pode também ser uma startup, desde que ela comprove um negócio repetível e escalável.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *