5 motivos pelo qual você não vai ser um social media – por Leo Silva

Texto escrito por Leo Silva do Pokeblog

Não sou muito perceptivo, mas algo realmente forte me diz que a temática desse blog gira em torno de mídias sociais. Então, para não fugir (muito) do assunto, vou abrir o jogo sobre as 5 regras básicas para exercer a função de social media.

Regra n°1: Por mais que não pareça, você está trabalhando! Não pense que por ser social media você vai ficar no Twitter e no Facebook de um cliente aleatório comentando nas fotos do seu perfil pessoal e dando RT nos tweets do @Edutestosterona. Você vai gerar relatórios, resolver os problemas do cliente e provar que vale a pena te pagarem pra isso.

Regra n°2: Não, você não é o dono do perfil. No seu Facebook você pode compartilhar as fotos de gatinhos que você quiser, mas se essa não é (e provavelmente não é mesmo) a atitude que o cliente quer passar, nem pense em criar uma “imagem atual” para ele sem prévio acordo.

Regra n°3: Não tente ser um social media se você não pensa rápido. Os clientes do seu cliente vão procurar o perfil social que você gerencia para elogiar, perguntar e sugerir, e se o cidadão usou a internet para isso, ele espera que a resposta seja objetiva, clara e rápida. E se você não conseguir, eles vão sim te xingar muito no twitter!

Regra n°4: Você provavelmente vai ter que ser sério no que você posta nos perfis sociais do seu cliente. Mas, o que você provavelmente não deve ter entendido ainda, é que “sério” não quer dizer ignorante, impessoal ou chato. Converse mais com seu cliente para saber que postura ele quer passar, e se preocupe apenas em entender os limites.

Regra n°5: Divirta-se!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *